Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017 -
AÇÕES

Defesa Civil Nacional reconhece 14 municípios mineiros atingidos por chuvas intensas

Reconhecimento por procedimento sumário tem o objetivo de agilizar ações de apoio federal na região
07/12/2017 17h41
DIVULGAÇÃO
Cidade de Rio Casca ficou debaixo d'água após cheia do rio Doce

O Ministério da Integração Nacional reconheceu nesta quinta-feira, 7 de dezembro, a situação de emergência de 14 municípios de Minas Gerais atingidos por temporais, vendavais e granizos nos últimos dias. O reconhecimento foi realizado por procedimento sumário, que ocorre com base apenas no requerimento e no decreto de emergência do Estado ou município e tem o objetivo de acelerar as ações federais de resposta ao desastre, considerado de alta intensidade.

Os municípios reconhecidos são Abre Campo, Caeté, Lajinha, Nova Serrana, Pedro Leopoldo, Piedade de Ponte Nova, Ponte Nova, Raul Soares, Rio Casca, Santa Cruz do Escaldado, Santo Antônio do Grama, São José do Mantimento, São Pedro dos Ferros e Urucânia.

A portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) reconhecendo a situação de emergência nos municípios de Minas Gerais está no Diário Oficial da União desta quinta-feira (07/12). O reconhecimento do Ministério da Integração permite ampliar as ações de assistência e reconstrução das áreas prejudicadas.

Apoio federal

Desde o dia 29 de novembro, o Ministério da Integração Nacional apoia os municípios mineiros atingidos pelas chuvas fortes. Foi enviada uma equipe técnica para colaborar com as cidades de Ribeirão das Neves e Caeté, que tiveram os serviços essenciais bastante afetados. A situação de emergência em Ribeirão das Neves também foi reconhecida no último dia 5.

No último dia 4, o ministro Helder Barbalho - acompanhado do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e do governador mineiro Fernando Pimentel - sobrevoou áreas atingidas para verificar o impacto das chuvas nas cidades.

Se você não tem Facebook, utlize o formulário abaixo para comentar.
Você pode ser o primeiro a comentar.
Novo comentário
Sou cadastrado
Não sou cadastrado
Comentário
Leia mais em: Gerais
Mais
Emprego